Your address will show here 12 34 56 78

O Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro realiza, nesta quinta-feira (30/9), eleição para escolha da nova coordenação, que assumirá a próxima gestão. Concorre ao cargo de coordenadora em chapa única a arquiteta e urbanista Inês Martina Lersch. A eleição ocorrerá de forma virtual e deve contar com a participação de representantes das entidades que compõe o Fórum, a partir das 9h.

Inês é arquiteta e urbanista pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Atualmente coordenadora adjunta do Fórum, a profissional atua no nas áreas de ensino, de pesquisa e de extensão do Departamento de Urbanismo da UFRGS.

O Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio Cultural Brasileiro reúne entidades da sociedade civil para fomentar a mobilização contra ataques promovidos contra o Iphan e o Patrimônio Cultural Brasileiro. A entidade promove diversos eventos e debates com o objetivo de explicar e sanar dúvidas da população em relação aos patrimônios. As discussões trazem amplo conhecimento com convidados que atuam na área.

Atual coordenador da entidade, Nivaldo Vieira de Andrade Junior, participou da criação do Fórum em sua gestão no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e contou com o apoio de outras entidades, entre elas a Federação Nacional de Arquitetos e Urbanistas (FNA). “A criação do Fórum foi super importante. Primeiro pela possibilidade de congregar tantas entidades e profissões diferentes: arquitetos, antropólogos, arqueólogos, historiadores e geógrafos, entidades acadêmicas, entidades mais ligadas às categorias profissionais e, mais recentemente, também a corporação da associação de quilombolas rurais”.

Andrade Junior ressaltou que ao reunir entidades e profissões é possível reforçar as agendas e dar mais voz ao movimento, principalmente pelo momento político enfrentado pelo Brasil, de desmonte das políticas públicas de diversas áreas e também no campo do patrimônio. “O Fórum se tornou, em poucos meses, um interlocutor importante. Sendo convocado por diversas instancias para conversar e opinar sobre questões relacionadas ao patrimônio”, ponderou.

The post Fórum de Entidades em Defesa do Patrimônio realiza eleição nesta quinta appeared first on FNA.

0

A Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA) aderiu ao projeto Brigadas Digitais da Central Única dos Trabalhadores (CUT). A ação – iniciada nesta terça-feira (28/09) – reuniu mais de 450 formadores de opinião em um grande encontro digital. A proposta é traçar estratégias conjuntas que permitam descentralizar a comunicação sindical, atuando pelo bem dos trabalhadores e pela mobilização coletiva. O encontro contou com a participação da equipe de comunicação da Federação e da presidente da FNA, Eleonora Mascia.

Segundo a mediadora do encontro pela CUT, Thalita Coelho, a Construção de Brigadas Digitais 2021-2022 é uma política de enfrentamento e atende a um desafio do presidente da Central, Sérgio Nobre. “Hoje é um dia histórico. As Brigadas vêm em um momento decisivo da história da classe trabalhadora”, pontuou Nobre ao abrir o evento. O mesmo seguiu destacando que o Brasil vive um momento ímpar de união do serviço público contra as restrições da PEC 32. “Precisamos dar um salto na comunicação”, conclamou.

O projeto Brigadas Digitais da CUT acontecerá por meio de duas turmas. A primeira será de formadores nacionais que terão incumbência de capacitar e recrutar brigadistas nas regionais. A segunda integrará os brigadistas já em atuação nos estados, federações e sindicatos. Lideranças interessadas em participar devem entrar em contato com a Comunicação da FNA para realizar inscrição. As aulas ocorrerão ao longo de 2021 e 2022.

O secretário Nacional de Comunicação da CUT, Roni Barbosa, destacou a ampla mobilização deste primeiro encontro que teve o dobro da adesão esperada. A ideia é que o movimento ganhe força nas redes sociais para o enfrentamento de assuntos relevantes no Congresso e na luta pelos direitos dos trabalhadores. “Conhecemos a força dessa nossa brigada para fazer uma nova política de comunicação e nos dar um novo momento”. Mobilização que também foi reforçada pela diretora Rosane Bertotti. “Esse mutirão demonstra a capacidade e a esperança da classe trabalhadora”, enfatizou.

A noite de debates contou com palestra da especialista em comunicação digital Brunna Rosa, líder de projetos no governo Lula e das campanhas eleitorais da presidente Dilma Rousseff. “Precisamos entender o público porque hoje a realidade é termos muitas telas conversando”. Destacando a força do projeto da CUT, Brunna pontuou que é preciso “estourar a bolha, pensar no país e agir, nos bairros, na luta contra o fascismo”.

A pesquisadora em Comunicação Digital da Universidade Federal da Bahia Nina Santos deu um spoiler do que o curso deve apresentar, trazendo números sobre a recepção e interação com conteúdo político nas redes sociais. Segundo pesquisa da qual participou, 92% dos entrevistados confirmaram ter recebido conteúdo político pelo WhartsApp em 2018 e que 68% compartilharam esse tipo de informação. Nina defendeu a qualidade da informação, e que a comunicação na web seja feita integrando diferentes pontos de vista e enfrentando a dualidade entre liberdade de expressão e crime de ódio. “Precisamos nos apropriar do ambiente digital para construir uma sociedade mais justa”, destacou.

The post FNA integra projeto Brigadas Digitais da CUT appeared first on FNA.

0