Índice

Pautas históricas do Sindicato dos Arquitetos

  • A defesa do Salário Mínimo Profissional e
  • A participação em acordos coletivos,

O Sindarq/PR contribui em lutas pela justiça social através de pautas como:

  • A Reforma Urbana e
  • A Assistência Técnica em Habitações de Interesse Social.

Na década de 70, os sindicatos de Arquitetos e Urbanistas realizaram trabalhos junto aos profissionais liberais.

Nos anos 80, voltaram-se para lutas políticas pela redemocratização do país, para as questões sociais e para a negociação coletiva dos Arquitetos e Urbanistas empregados.

Ao longo dos anos, portanto, os sindicatos de Arquitetos e Urbanistas vêm acompanhando:

  • As transformações da categoria e das relações de trabalho e
  • Atendendo profissionais de toda a natureza que buscam na entidade a garantia de que seus direitos profissionais sejam cumpridos.

Sindarq/PR luta pela valorização do profissional e por sociedade justa

Hoje em dia, além de desenvolver atividades tradicionais como participar de negociações coletivas e lutar pelo Salário Mínimo Profissional, o Sindarq/PR atenta para os prestadores de serviços, para a informação e o apoio ao profissional, para o mercado de trabalho, para a educação continuada, entre outros temas.

Além disso, os sindicatos mantêm uma atuação política em defesa da Reforma Urbana e da Assistência Técnica em Habitações de Interesse Social, definida pela Lei Federal 11.888/2008 e que prevê atendimento público e gratuito a famílias de baixa renda. Dessa maneira, a entidade busca contribuir com os movimentos populares e com a sociedade civil em busca de justiça social.

Sindarq/PR e sua história:

Em 1º de março de 1971, através de assembleia geral foi fundada a APA/PR- associação profissional dos arquitetos do paraná.  Em conformidade com o disposto nos artigos 511 e 558 da CLT – consolidação das leis do trabalho, aprovada por decreto lei 5452 de 1º de maio de 1943.

Em 07 de julho de 1975, foi aprovada em assembleia geral extraordinária, a transformação da APA/PR em sindicato dos arquitetos no estado do paraná – SAEP.

A partir de setembro de 1997, após a realização do XXII ENSA – encontro nacional de sindicatos de arquitetos e urbanistas, foi deliberada a reforma dos estatutos e a mudança do nome para Sindarq/PR – Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Paraná.

Atividades desenvolvidas:

  • Participação no Conselho Estadual das Cidade – Concidades/PR
  • Participação no Conselho Municipal das Cidades de Curitiba – Concitiba
  • Participação no Conselho Municipal de Cultura de Curitiba
  • Participação no Conselho Municipal de Urbanismo de Curitiba
  • Discussão sobre processo de aprovação de projetos junto à Prefeitura Municipal de Curitiba
  • Seminário Estadual de Assistência Técnica
  • Campanha Salário Mínimo Profissional
  • Entidade signatária do Pacto Global da ONU
  • Participação no Programa Aliança Paraná Sustentável
  • Encontro de Arquitetos no Paraná
  • Participação no Conselho de Arquitetura e Urbanismo (CAU-PR)
  • Participação no Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA)
  • Participação na criação do Colegiado de Entidades do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Paraná (CEAU-CAU/PR)
  • Participação no Conselho Nacional de Cultura (CNPC)
  • Participação no Mobiliza Curitiba
  • Participação no Fórum Nacional de Reforma Urbana (FNRU)
  • Monitoramento de processos licitatórios e editais de concursos públicos na área de Arquitetura e Urbanismo, a fim de garantir o respeito aos direitos dos profissionais;
  • Apoio e organização de seminários, congressos e palestras para formação e capacitação profissional;
  • Atuação permanente na agenda de eventos da categoria em âmbito regional e nacional para fortalecer a representatividade da classe;
  • Apoio ao Debate sobre Direito Autoral em Arquitetura e Urbanismo;
  • Atendimento permanente no Sindicato para dúvidas e assessoria técnica;

Projetos do sindicato:

  1. Criar Câmaras técnicas para discussão e elaboração de propostas para defesa da sociedade e seu habitat:
    • Sustentabilidade
    • Mobilidade e acessibilidade
    • Reforma urbana
    • Patrimônio histórico
  2. Criar convênios para implementação do Programa de Assistência Técnica para Habitações de Interesse Social.
  3. Defender a participação de Curitiba e demais municípios como cidades signatárias do Pacto Global da ONU.
  4. Promover a participação do arquiteto e urbanista nas 3 esferas do poder público como forma de atingir o desenvolvimento sustentável.

Objetivos para esta gestão:

  1. Tornar-se referência dentro das entidades de Arquitetura no Paraná
  2. Defender a implementação do Programa de Assistência Técnica nas prefeituras
  3. Defender a formalização da atuação profissional
  4. Capacitar os profissionais para o mercado de trabalho
  5. Aumentar o número de associados
  6. Difundir a representação no interior do estado do Paraná
  7. Implantar um plano de Marketing
  8. Reformar o espaço da sede
  9. Estreitar as relações com o CEAU | PR e o CAU | PR
Menu